Home

jesus o bom pastor

Subi ao céu e vi Deus, e vi a luz. A luz era tão forte que me cegou. Já não distingo mulheres de crianças de 8 anos, e condeno tudo o que desconheço, tenho medo da vida por ser cego e por isso rezo, a minha visão é tão limitada que de certeza que há alguém no céu a guiar a ignorância dos meus passos. Eu acredito. Tenho de acreditar, senão entro numa bolha de depressão maior que o meu frágil corpo e que a minha insignificante vida. Por isso sou religioso, um grupo de apoio a cegos, uma aglomeração de pessoas medíocres que pela cegueira não conseguem ver além dos seus próprios passos.

Jesus disse: “ Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas. Eu conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas me conhecem e eu dou a vida pelas minhas ovelhas.” Jesus, o bom pastor. Nunca uma metáfora foi tão bem conseguida. Não é necessário ser mais óbvio, da mesma maneira que um pastor toma conta de um rebanho, um padre reza a missa a pessoas com mentalidade de rebanho.

Qualquer ateu quando fala sobre religião fá-lo com um misto de superioridade e arrogância e eu não quero entrar por esse caminho. Todos nós sabemos como é difícil pensar pela própria cabeça e no fundo são os pastores que sabem onde está a melhor erva e o melhor caminho para a vida eterna. Ainda assim, se me permitem, gostaria de partilhar uma lista de pequenas diferenças entre o pastor do campo e o da igreja.

  1. O pastor do campo dá alimento para o corpo, o pastor da igreja dá alimento para a alma.
  2. O pastor do campo encontra o melhor caminho para a alimentação, o pastor da igreja encontra o melhor caminho para a ressurreição.
  3. O pastor do campo reúne o rebanho num local para pastar, o pastor da igreja reúne o rebanho num local para rezar.
  4. O pastor do campo dá nomes de pessoas às ovelhas, o pastor da igreja trata as pessoas como se fossem ovelhas.
  5. O pastor do campo tira aos animais lã e leite, o pastor da igreja tira às pessoas o dinheiro que têm para comprarem lã e leite.
  6. O pastor do campo para controlar o gado usa cordéis, o pastor da igreja para controlar o gado condena os infiéis.
  7. O pastor do campo lida com animais irracionais, o pastor da igreja também. Os animais não têm juízo, os crentes acreditam no paraíso. As ovelhas nunca discutem pela erva, os crentes matam-se pela vida eterna.
  8. Os pastores do campo são normalmente homens solteiros que comandam um rebanho, vivem no seu próprio mundo e por vezes têm hábitos sexuais repugnantes com animais. Os pastores da igreja são normalmente homens solteiros que comandam um rebanho, vivem no seu próprio mundo e por vezes têm hábitos sexuais repugnantes com crianças.

As ovelhas quando estão com fome fazem rezas e apelos linguísticos dizendo: mééé. Os católicos quando estão com medo fazem rezas e apelos linguísticos proferindo: méééé maria, cheia de graça, o Senhor é convosco…

Só uma pequena nota sobre o vídeo. Em qualquer circunstância é sempre preferível ir à descoberta do que viver rodeado por uma cerca, seja ela física ou psicológica, mas é isso que infelizmente a religião tanto apregoa, um falso conhecimento adquirido à nascença. A religião promove a ignorância. “Morre lentamente quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho”. Pablo Neruda

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s