Home

Malena-1

O problema dos homens e mulheres portuguesas (nem menos)

Em conversa, sobre relacionamentos, com uma amiga alemã que vive em Portugal há alguns meses, às tantas acaba por me confessar em forma de desabafo que tinha medo de voltar à Alemanha por ter receio de se sentir feia outra vez. O que me deixou a pensar é de facto bastante interessante, uma mulher alta, loira, olhos verdes, o tipo de pessoa que não se deveria sentir mal em lado nenhum, ter medo de voltar ao seu próprio país por se ir sentir feia.

Também no outro dia, ia a caminho do trabalho, estava um calor enorme e à minha frente ia uma jovem e bela rapariga com calções curtos, era difícil não reparar nela, mas de não reparar a obcecar vai um grande passo (ou talvez pequeno para um português de perna curta e língua comprida) e nada preveria o que se iria passar a seguir, ou quiçá fosse fácil de prever, mas minha ingenuidade não o permitiu. Um homem que vinha na direcção oposta, ao ver aquele monumento, pára, olha, suspira e faz um comentário obsceno, inaudível para mim na altura. Porventura até uma situação bastante comum em Portugal, mas na altura o senhor não ia a carregar nenhum andaime e por isso não o consegui prever. A jovem coitada não pôde fazer mais nada do que continuar o seu caminho a sentir-se, calculo, já como se fosse a maior atracção no zoológico. Dei por mim a pensar que deve ser difícil ser mulher em Portugal.

Mas voltando à minha amiga alemã, como é óbvio tudo o que é raro num certo local acaba por ser mais valorizado e convenhamos que uma loira, alta e de olhos verdes é mais comum na Alemanha do que em Portugal. Mas será que é essa a única razão que a faz sentir-se mais bonita em Portugal? Penso que não, a culpa dessa valorização das mulheres (neste caso alemãs) não é apenas da sua raridade neste país mas sobretudo da personalidade dos homens portugueses face aos homens alemães ou de outros países não latinos.

Os homens portugueses não podem ver um rabo de saias, nem mesmo quando vem de calças. É-lhes impensável, não olhar, remirar, rebarbar e comentar e isso explica a razão pela qual a esmagadora maioria das mulheres portuguesas pensam ser mais do que são. Sim, pensam sim! Uma mulher normalíssima portuguesa pensa demasiadas vezes ser de TOP e a culpa disso é dos homens! Acabamos por ter das mulheres mais convencidas da Europa, por sermos também dos homens mais rebarbados da Europa! Dizem que essa é a maneira de ser dos latinos, todavia considerado os espanhóis bem mais latinos do que nós e não vejo as espanholas com a mesma sobrevalorização, presunção, interesse pelo status social e puta da mania. Os homens virão todas as atenções para as mulheres endeusando-as, endeusam de tal maneira as mulheres que as deixam demasiado convencidas, esse é o problema dos homens portugueses e consequentemente das mulheres. Talvez os portugueses sejam um novo tipo de latinos, somos um povo diferente mais pessimista e baixo quer em termos físicos quer a nível vocal que os espanhóis. Eles têm o flamenco que é uma coisa a roçar para o «foleirismo exótico» e nós temos o fado que é mais «deprimido e sentimentalista». Por isso que não haja dúvidas somos diferentes! E claro, também latino-diferentes. Os portugueses são a meu ver os rebarbo-latinos. Que é aquele tipo de homem que sendo latino gosta de galantear as mulheres, mas que ao mesmo tempo não tem medo de parecer rebarbado. É no fundo um javardolas romântico. Sejamos sinceros, vivemos num país de pescadores e para muitos, infelizmente tudo o que vem à rede é peixe.

Se por um lado é altamente prejudicial que as portuguesas se sintam mais do que são, por outro é extremamente agradável perceber que as estrangeiras se sentem mais valorizadas em Portugal. Poderia até ser um slogan para atrair turistas.

Venha a Portugal, nós valorizamos aquilo que o seu marido já dá por garantido!

Arriscaria até dizer essa seria a nossa melhor moeda de troca na actual crise europeia. Muitos especialistas dizem que é necessário reduzir o nosso salário, mas cá para mim, que sou leigo em quezílias de vizinhos, digo que isso são tretas. O que deviríamos fazer não era reduzir salários mas sim aumentar a auto-estima de belas e roliças alemãs, inglesas, francesas, etc… Pensem bem, elas vivem em países ricos, mas sentem-se feias e sem amor-próprio, nós vivemos num país pobretanas, mas com muito amor para dar! Desta forma, ao serem valorizadas talvez os seus maridos até nos agradecessem pelo novo ambiente de estabilidade familiar e sexual que conseguiram graças a nós e à injecção de boa disposição e auto-estima que introduzimos nas suas mulheres e deixassem de pensar que é necessário reduzir os nossos salários. No fundo toda esta crise se resolveria se houvesse menos ódio e mais amor.

Venha a Portugal, nós valorizamos aquilo que o seu marido já dá por garantido! 

Anúncios

19 thoughts on “O problema dos homens e mulheres portuguesas

  1. sim, os homens valorizam tanto mas tanto as mulheres ao atirar-lhes comentários obscenos. é mesma essa a palavra: valorização. e para nao ficarem convencidas eles têm uma estratégia optima. a violencia doméstica tem vindo a aumentar que é um “mimo”

  2. Os homens acreditam mesmo que as mulheres gostam de ouvir obscenidades ou serem importunadas na rua?
    Eu não sei de uma só história em que um homem lançou um gracejo ou coisa do género para uma mulher que estava caminhando na rua e ela pensou: “Que homem interessante. Acho que vou lá falar com ele”.
    Não amigo. Mulheres gostam de respeito. Talvez seja por isso que as portuguesas não são muito simpáticas e sorridentes e por isso são julgadas como demasiado convencidas.

    • Eu não digo que elas gostem das obcsenidades que ouvem na rua, foi apenas um exemplo de uma história. Mas é um facto que de modo geral os homens gostam tanto de mulheres que as apreciam sem qualquer tipo de critério, além do visual e isso muitas vezes faz com elas se julgem deusas.

  3. Respeito, não tem nada a ver com elogio. A questão é como se faz e não o que se faz. Eu gosto de ser elogiada na rua, de ser admirada, mas não assediada, tudo é uma questão de intencionalidade.

  4. Piropos e obscenidades à parte (abstraiam-se disso por uns segundos!), as mulheres portuguesas realmente têm-se em muito melhor conta do que mulheres igualmente ou mais atraentes de outros países. E acrescento: os homens em Portugal são, em média, mais atraentes do que mulheres (e sou um homem heterossexual!), por isso a exigência das portuguesas no que toca ao visual dos homens rebenta todas as escalas e só pode significar “mal habituadas”! As alemãs, nórdicas etc. conseguem-nos apreciar muito mais, por isso, venham elas para cá antes que a gente vá para lá! :D

  5. Que estupidez! Os portugueses falam uma língua latina, mas são brancos / mediterrânicos em termos étnicos. Este artigo `e um bom exemplo de lixo.

  6. Super injusto dizer que os brasileiros são toscos. Depende da experiência de cada um, mas os homens brasileiros são em grande parte gentis , comunicativos, dizem o que sentem e são absolutamente dedicados quando amam. Quanto ás portuguesas,algumas têm dismorfia corporal… O choque cultural é grande quando se namora um português pela primeira vez… nunca se sabe se o jeito ” blasé” é dele mesmo, ou falta de interesse. Relação complicada.

    • Nossa relação com portugues é complicada mesmo, mas não é regra, tenho um relacionamento com um portugues, uma hora ama pra vida toda que me quer do lado 100% outras vezes some não da noticias… Ele é muito ocupado eu sei, responsabilidades de uma grande pessoa consomem seu tempo mas mesmo assim estranho, brasileiro por vezes é mais atencioso

  7. Fala tão mal dos portugueses e portuguesas mas já veio a França?
    Eu vivo aqui ! E se acha que as francesas não têm auto estima, então pfvr olhe 2/3/4 vezes. Pq são das mulheres com mais mania que eu já vi. Acha que aqui os homens não olham e não são rebarbados? Deixe-me dizer, mas nunca me senti tão mal e tão exposta como aqui, estando eu de calças.
    Não gostei do texto, pq acho que critica demasiado o povo português sem necessidade, há pior e eu encontrei pior aqui em França.

    • Tantos palpites. Cada um que fale por si. A mulher portuguesa gosta de ser apreciado e amada pelo seu companheiro… E com respeito. Como não é possível os homem ficarem fora de si, se a maior parte das meninas andam quase nuas!? Onde está o respeito por si próprias. Para seres sensual não precisas de ir quase sem roupa! Era como agora a maioria dos homens usarem calças tão justas a notar tudo. Evidentemente que as mulheres iriam se sentir fascinadas. Digo eu :)

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s