Home

Eu quero tudo, inclusive dizer às pessoas que dizem que não se pode ter tudo que estão erradas. Quero ser o mais bonito, o mais sensual e o mais charmoso. Quero ser o genro que todas a sogras gostariam de ter. Quero ser o par ideal para qualquer mulher. Ter o seu amor incondicional e amá-la também, para além de fazer bacalhau com natas como ninguém. Quero ser chef de cozinha e patrão de empresa.

Quero ser o mais rico, quero ganhar o Euro Milhões, quero que a sorte me bata a porta, me toque a campainha ou pelo menos me mande um SMS.

Quero que me dêem os parabéns, sem ter de fazer anos para isso, ou o que quer que seja. Quero ter muitos amigos, ter bons amigos, muitas namoradas e ainda mais amantes, quero ter todas as miúdas da playboy. Quero descobrir a cura para o cancro, para a sida e para a Cristina Ferreira.

Quero devorar bibliotecas ao pequeno-almoço. Saber mais que o Google, ser mais interessante que o Youtube, mais social que o Facebook e que a minha pila tenha mais rotação que o Youporn.

Quero ser o melhor jogador do mundo, quero visitar o mundo e explorar o espaço, quero fazer descobertas incríveis que vão para lá do cotão do meu umbigo. Quero ganhar vários Óscares e prémios Nobel. Quero ganhar todas as taças e ter mais taças do que champanhe.

Quero ser revolucionário na arte, quero ser respeitado e admirado por todos. Quero ter o dom da palavra, capaz de proferir discursos eloquentes e escrever as mais bonitas canções de amor. Quero falar todas as línguas, inclusive as mortas e ressuscitá-las com a saliva.

Quero que as leis da gravidade não funcionem comigo, não ter necessidade de dormir nem de estar acordado, quero que os momentos prefeitos durem para sempre e que as publicidades do Axe funcionem de verdade. Quero ser irresistível, inesquecível, insuperável, invencível, e mais umas centenas de adjectivos terminados em “ível”.

Quero estar permanentemente inconsciente de tanto beber. Quero ser arrumador e usar o dinheiro para a cocaína. Quero alterar a paisagem a meu gosto só com a imaginação. Quero que me levem ao colo e que me abracem. Quero ter todos os vícios, todos os defeitos e todas as qualidades. Quero ser feliz mas sem nunca me aperceber disso. Ser uma criança a jogar à macaca numa tarde primaveril.

Quero ser omnipresente e omnipotente, quero ser Deus e gordo como o buda. – Omnipresente e omnipotente? Estas duas palavras já me lixaram o texto todo! – Quero meditar enquanto como sardinhas assadas com broa de milho, mas só aos domingos à tarde.

Quero fazer o paraíso! Porra! Não, o paraíso só não! Quero ir muito além do paraíso, nem que seja a nível da fruticultura. Quero fazer o paraíso na Terra e deixar as pessoas comerem maçãs vontade…

Sim! É isso que eu quero! Que deixem as pessoas comerem maças à vontade! Como é que se pode chamar paraíso? Se nem este magnífico fruto podem saborear! Que comam maçãs! E bananas…e façam salada de fruta…

Eu quero tudo… E quando o tiver estarei igual de insatisfeito.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s