Home


(Sim eu sei que já foi a algum tempo, possivelmente há mais tempo do que o que falta para o divórcio. Ainda assim, este texto foi escrito semanas antes do casório e agora sai da gaveta com óculos de sol, porque não está habituado à claridade.)

Numa altura em que a comunicação social tenta exasperadamente vender noticias sobre o casamento real que entediam a maior parte de população e entusiasmam uma pequena parte de “população”, permitam-me que vire o jogo de xadrez ao contrário, com estas magníficas curiosidades.

Segundo esta notícia, durante a cerimónia vão ser tiradas certa de 327 milhões de fotografias. O que é uma óptima notícia para quem quiser ler a missa nos lábios do padre através da sequência de fotos.

O Casamento será realizado na Abadia de Westminster, de estilo gótico, o que é paradoxal tendo em conta o Dress Code nada dizer sobre essas indumentárias. Fala só em fatinho escuro.

Existem muitas curiosidades irrelevantes que estão a ser reveladas sobre o casamento real, só ainda não responderam á principal, mas afinal quantas amigas da mãe da noiva perderam os 3 com o Zezé Camarinha?

Uma das notícias que mais se comentou pela sua estranheza, foi a criação de sacos de vómito para os enjoados, mas a julgar pela ementa percebe-se a ideia. Próxima vez que me sentir enjoado também quero um saco digno de um vómito da realeza.

Folhados de salsicha e champanhe, fazem parte da ementa, meus amigos quer me parecer que até a realeza come pior que um rústico português, é que até uma tosta mista tem mais dignidade que um folhado de salsicha.

Num casamento real há folhados de salsicha a serem servidos no bufe, num casamento normal o folhado de salsicha é servido na lua-de-mel.

Outro dos destaques vai para a criação de uma cerveja com viagra, o que eu acho interessante, porque sempre que bebo muita cerveja apetece-me ficar sentado ou dentado e com esta talvez alguma coisa fique em pé. A juntar a isto, foram convidados quatro ex-namoradas do príncipe e dois antigos affairs da futura princesa, pode haver festa da grossa.

Ainda sobre os sacos de vómito. Acima de tudo, aprecio o desprendimento que a família real tem em criar ou dizer coisas que lhes causam repugnância. Qualquer dia até vamos ouvir o Príncipe William a articular palavras como – trabalho e mérito próprio.

Permitam-me fazer aqui uma ressalva, este texto não pretende criticar o facilitismo que a realeza possui desde o nascimento. Acusado de não trabalhar o Príncipe William já veio dizer em sua defesa – O quê? Não me digam que jogar golfe não é um trabalho!?

Nota: Porque raio é que se chama copo de água, se o que menos se bebe é água?

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s